Bairros de Natal

Para brasileiros de outros Estados, provavelmente o bairro mais conhecido de Natal é Ponta Negra, onde fica localizada a praia de mesmo nome (e também o Morro do Careca); a praia de Ponta Negra é a região de orla do bairro de Ponta Negra – os Altos de Ponta Negra é uma área do bairro que se localiza colina acima.

bairros de Natal - mapa

Saindo de Ponta Negra, há dois caminhos. Um deles é o que margeia a Via Costeira; como não há nada nessa via além de alguns hotéis e o Parque das Dunas, sequer se considerou isso um bairro (não há ruas transversais à via Costeira).

Saindo de Ponta Negra pela outra borda do Parque das Dunas, o primeiro bairro é Capim Macio (o Praia Shopping localiza-se aproximadamente na divisa entre Ponta Negra e Capim Macio). Capim Macio é o bairro onde se paga o IPTU mais caro de Natal; o bairro tem baixa densidade de construções verticais, por que a infra-estrutura (esgotos, ruas, etc) era precária até há pouco, e por isso a legislação impedia a expansão vertical. Recentemente, contudo, o bairro vem sendo tomado por construções de alto padrão.

Seguindo adiante, o próximo bairro é Cidade Jardim, onde se encontra o shopping de mesmo nome, já à beira da BR-101. Seguindo pela BR em direção oposta à cidade, passa-se pelo bairro de Neópolis e daí para aeroporto, já na cidade vizinha de Parnamirim.

Seguindo pela BR em direção ao centro, tem-se um conglomerado formado pelos bairros de Lagoa Nova, Candelária e Nova Descoberta; chamo a isso conglomerado porque as separações entre eles não são bem definidas, e porque o padrão de urbanização, construções, serviços, etc é semelhante em toda a área. Esse conglomerado abriga o Natal Shopping, o Centro Administrativo do Governo do RN (onde trabalham a Governadora e os principais secretários), o estádio Machadão (nas redondezas do qual ocorre o Carnatal), a UFRN, etc.

Seguindo em diante, chega-se a outro conglomerado, dessa vez composto pelos bairros de Barro Vermelho, Petrópolis e Tirol. É nesses bairros que a classe rica tradicional de Natal vive. Nessa área, existe a maior concentração de serviços (médicos, hospitais, advogados, arquitetos), lojas de grife e apartamentos de alto padrão de Natal; vários dos melhores restaurantes de Natal estão localizados nesses bairros. Como não tem muitos atrativos turísticos, esse conglomerado é pouco conhecido por turistas.

O centro antigo de Natal é vizinho ao Tirol, e é também chamado de cidade alta – pois todos esses bairros são localizados o topo de uma colina, originalmente uma duna. O centro de Natal é eminentemente comercial, com lojas e serviços populares; há grande fluxo de pessoas – inclusive turistas – durante o dia, mas o local fica deserto à noite.

Muitos pontos turísticos de Natal localizam-se na Cidade Alta, como a praça e a igreja onde a cidade foi fundada, o Memorial Câmara Cascudo (não confundir com o Museu Câmara Cascudo, que fica no Tirol), diversas casas antigas, etc.

Da Cidade Alta ou de Petrópolis, deve-se descer para chegar à praia. Descendo-se de Petrópolis, passa-se pela Ladeira do Sol (provavelmente a mais bela vista de Natal) e chega-se à Praia do Meio.

Descendo-se da Cidade Alta, chega-se primeiro à Ribeira, bairro que tem esse nome porque, até meados do século passado, era tomado por lagos e ribeirões. A Ribeira hoje concentra diversos órgãos públicos (Receita Federal, Procon, etc), alguns locais turísticos e históricos (Teatro Alberto Maranhão, Casa da Ribeira, etc), alguma vida noturna (nos casarões da Avenida Chile); na Ribeira está também o Porto de Natal (muito pouco usado para turismo).

E da Ribeira, chega-se ao Bairro das Rocas (predominantemente classe baixa), e daí até a Praia do Forte (na extremidade da qual se encontra o Forte dos Reis Magos), e daí até a Praia do Meio e dos Artistas.

Daqui, toma-se a Via Costeira, passa-se pela praia de Areia Negra (onde se está erguendo um seleto número de apartamentos de alto luxo) e pelo bairro de Maria Luíza (onde se localiza o Farol, bairro considerado o mais violento de Natal) e chega-se novamente à Ponta Negra, fechando o ciclo. Está feito um tour pelos bairros de Natal.

About these ads

Tags: , ,

6 Respostas to “Bairros de Natal”

  1. Igrejas de Natal « Turismo e Dicas – Natal, Rio Grande do Norte Says:

    [...] o crescimento da cidade em direção ao mar surgiu um outro bairro, a Ribeira (ver bairros de Natal), que ganhou uma igreja, a do Bom Jesus da Dores, construída em [...]

  2. Restaurantes de Natal fecham cedo « Turismo e Dicas – Natal, Rio Grande do Norte Says:

    [...] ao fato dos restaurantes localizados no eixo Petrópolis – Tirol permanecerem fechados no domingo, Gallindo explica que esses estabelecimentos em sua maioria tem [...]

  3. Corrida de táxi: Natal tem o custo mais alto do Nordeste « Viagem e Turismo Says:

    [...] (uma corrida pela Via Costeira, bastante frequentada por turistas, tem no mínimo 10 km – ver bairros de Natal); o trânsito em Natal é muito menos travado que em outras cidades, e o combustível não é muito [...]

  4. Gisele Says:

    Parabéns pelo artigo, muito interessante! Realmente, um tour / guia dos bairros de Natal.

  5. Hoteis para o Carnatal « Turismo – Natal, Rio Grande do Norte Says:

    [...] relação de hoteis, com comentários (ver bairros de Natal para melhor [...]

  6. Fotos do Porto de Natal « Turismo – Natal, Rio Grande do Norte Says:

    [...] o portão de saída do Porto. Os passageiros andam até o portão e saem no bairro da Ribeira (ver bairros de Natal), próximo ao centro. Em geral, os buggeiros – que acompanham o trânsito de navios de [...]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: