Mais obstáculos para a Copa 2014 em Natal

É inegável que existe grande apoio da população e da classe política para que Natal de fato sedie algumas partidas da Copa do Mundo de 2014; entretanto, há uma série de obstáculos que precisam ser removidos para que esse sonho se concretize.

Em outro post, foi mencionado que o Ministério Público apresentou questionamentos jurídicos quando ao projeto da Copa; esses questionamentos derivam da forma como o Governo está buscando parceiros para financiar o projeto, o que por sua vez deriva da conhecida falta de recursos financeiros oficiais para financiar uma obra de tal monta.

Hoje, nova reportagem da Tribuna do Norte levanta questionamentos técnicos em relação ao projeto da Arena das Dunas. O jornal entrevistou um Deputado Estadual com formação em engenharia, que afirma que o projeto até aqui foi feito sem que alguns levantamentos técnicos fossem efetuados; o próprio CREA (Conselho Regional de Engenharia), durante um Fórum de Discussão, teria apresentado algumas dúvidas que não foram respondidas.

Segundo ele, por exemplo, “o que se sabe é que hoje existe apenas uma maquete de computador, mas não se conhece o projeto de arquitetura e quem assinou, o projeto de engenharia civil, estrutural, hidrosanitária e elétrica”.

Não se planejou como será efetuada a remoção dos entulhos do Machadão, após sua planejada demolição (o Rio Grande do Norte é a única sede da Copa que planeja demolir um estádio já existente e construir outro em seu lugar); segundo cálculos, seriam gerados 16 mil metros cúbicos de concreto, o que requereria, em primeiro lugar, uma enorme frota de caminhões para seu transporte e, em segundo lugar, que se encontrasse um local onde se pudesse depositar o material.

Não se pensou na forma como se faria nem o fornecimento de água para o complexo, nem como ela seria posteriormente tratada; todas as hipóteses aventadas (lagoa de captação, emissário marinho, despejo no rio Potengi) têm potenciais impactos ecológicos e por isso exigem prévia análise e aprovação dos órgãos ambientais.

O trânsito é outro problema sério. A área do Machadão e do Centro Administrativo já é, por conta da localização central, uma das regiões com maior problemas de trânsito em Natal. Como a Fifa exige que seja disponibilizado um  número enorme de vagas, torna-se uma incógnita conciliar essas exigências com o já tumultuado quadro da região.

Será necessário muito trabalho para trazer a Copa para Natal.

Tags: , , , , , ,

Uma resposta to “Mais obstáculos para a Copa 2014 em Natal”

  1. Machadinho, Natal « Turismo – Natal, Rio Grande do Norte Says:

    […] Humberto Nesi, unanimemente conhecido como Machadinho. Se Natal conseguir superar os obstáculos e realizar a Copa do Mundo de 2014, então tanto o Machadão como o Machadinho deverão ser demolidos, para a construção da […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: