Hoteleiros de Pipa protestam contra insegurança

Reportagem da Tribuna do Norte de hoje informa que os donos de hoteis em Pipa protestam contra a insegurança da vila; “preocupados, os hoteleiros de Pipa e Tibau do Sul solicitaram uma audiência com a governadora Wilma de Faria para expressar o seu descontentamento com a política de segurança na praia.”

pipa-praia

Os empresários argumentam que o Governo tem sido displicente no trato da questão da segurança. Apesar de sucessivos relatos de crimes (como esse e esse) e tráfico de drogas, a vila ainda não dispõe sequer de um Delegado de plantão em finais de semana.

Para diminuir os problemas, os empresários se veem obrigados a contratar segurança privada; o número de vigilantes privados supera em muito o número de policiais. Isso, contudo, além de não resolver por completo o problema (pois os vigilantes andam em geral desarmados, e não tem a mesma autoridade que a polícia), acaba por encarecer o custo para os hoteleiros (a reportagem informa que um dos hoteis de Pipa tem 18 seguranças) e para hóspedes.

A violência é fator que certamente contribui para diminuição na visitação a Pipa. Às vésperas desse feriado de 12 de outubro, a expectativa é que a ocupação dos 4.500 leitos de Pipa fique na faixa de 30 a 40% (o que pode ser boa oportunidade para turistas próximos, de João Pessoa e Recife ou mesmo Maceió, aproveitarem para visitar Pipa).

Os hoteleiros aproveitarão o encontro para discutir também melhorias na infra-estrutura de Pipa e Tibau. O anel viário da Pipa, que permitirá maior fluidez na ligação entre a BR-101 e Goianinha, começou a ser construído em 2007 e até hoje não foi finalizado. A Caern (empresa de águas e esgotos do RN) também está em atraso na expansão do sistema de saneamento básico.  Os empresários estão investindo para ampliar a capacidade hoteleira de Pipa para 7.500 leitos.

Tags: , , ,

4 Respostas to “Hoteleiros de Pipa protestam contra insegurança”

  1. Pipa está mais vazia – e mais barata « Turismo – Natal, Rio Grande do Norte Says:

    […] estão agindo em favor dos consumidores. Diversas notícias negativas (principalmente referentes à segurança) têm diminuído o número de visitantes a Pipa; eventos como a Feira Literária e o Festival […]

  2. Paula Brandt Says:

    Tony. recien llegamos de pipa precisamente hoy 9/11/2009 y vimos bastante presencia policial. hemos visto policia militar y ambiental en cada rincon del pueblo. Espero que esto mejore la situacion de inseguridad,saludos
    Paula

  3. Melhorias no trânsito de Pipa « Turismo – Natal, Rio Grande do Norte Says:

    […] uma série de problemas ao vilarejo. Por exemplo, observaram-se nos últimos anos diversos casos de violência, de degradação ambiental, de uso de drogas, etc. (para acompanhar os problemas de Pipa, visite […]

  4. Destinos: Pipa - de viaje a Brasil : de viaje a Brasil Says:

    […] desgraciadamente en tiempos recientes Pipa ha dejado de ser el paraíso que fue antaño. La inseguridad ha llegado al pueblecito y motivado la protesta de los hoteleros ante las autoridades (Hoteleiros de Pipa protestam contra insegurança). […]

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: